terça-feira, 23 de setembro de 2008

Meus cenários preferidos - Filósofos com Porretes de Planescape Parte 1

Beelievers com dois Es mesmo!

(Primeiramente, vamo traduzir Believers... simplesmente como Crentes, tá mais no espírito do cenário)

Forjando as Correntes da Crença (Adaptado de Mimir.net)

Deuso típico.

Os crentes tem uma filosofia simples mas ainda assim complexa. Eles adotam a idéia de que todos os Manés da vida são cirados para aprimorar a si mesmos, para aprender novos truques e novas obscuridades. Quando eles morrem, suas almas são recicladas e terminam voltaqndo, aprendendo mais cada vez. Você pode achar isto difícil de provar, mas os Deusos, como são chamados pelas costas (pois muitos pensam que depois de aprender o suficiente, um Mané vai eventualmente chegar ao topo da escada e se tornar um Poder) adoram brincar com memórias de vidas passadas. Muitos deles podem traçar a história de sua própria alma através de gerações.

Símbolo dos Deusos

Eles não olham apenas para trás, entretanto; Os Crentes são muito visionários também. Sempre planejando e empurrando a eles mesmos ao limite, estes caras fazem os mais audazes aventureiros, os trabalhadores mais diligentes (exceto pelos gnomos de Bitopia, naturalmente), e os pensadores mais durões.

"Todos somos deuses... Alguns apenas não notaram ainda!"
- Ascendol, Líder Deuso

Prova por Ontologia

A maioria dos Deusos não acredita nas divindades comuns, pois elas tem características comuns à mortais como corpo com forma compreensível e emoções. Um ser realmente perfeito não teria nenhuma capacidade dessas, não seria nem mesmo compreensível por mentes mortais.

Isso não os impede de serem clérigos, especialmente pelo fato de que todos eles viajam pelos planos e já encontraram, em algum momento, emissários de divindades e demônios. O ceticismo deles apenas faz com que eles mantenham um pé atrás sempre, mas muitos deusos são clérigos!

Algumas exceções existem - em especial entre os Deusos que só acreditam vendo. Por exemplo, um grupo de crentes liderado por um suplicante chamado Anselmo (procurem na Itália do século XV que ele vai estar lá) acredita ter provado logicamente a existência de divindades e Poderes.

"Um Poder é, por definição de todos aqueles que tem a verdadeira sapiência e não são insípidos, algo que está na mais escala de grandeza. Agora, se dizemos que algo não existe, tudo que existe lhe é superior pela simples virtude de existir fora da mente e da alma. Se os Poderes não existem, tudo é superior à eles, o que vai contra a definição dada por aqueles de verdadeira virtude. Logo, Deuses existem. QED."

Desenho bonitinho.

"What's so great about existence?"
- Gaunilo, a Dustman, responding to Anselm

"Neither of these otherwise-to-be-respected gentlemen has it correct.
Anselm is in error because existence is not a predicate.
And Gaunilo has it wrong because Anselm's argument is about being, not greatness."
- Kant, a guvner, responding to both Anselm and his critic Gaunilo
(esse último veio direto da Alemanha do século XVIII)

5 comentários:

Meu Nome É Tonho disse...

Este post NÃO TEM ERROS DE TRADUÇÃO, GRAMÁTICA OU OMISSÃO.

A porra do Planescape que é complexo mesmo, o linguajar mistura Old Norse, Inglês Elizabetano, Gírias da Segunda Guerra Mundial, o linguajar do Neuromancer de William Gibson e citações de filósofos modernos.

Eu desafio qualquer um a traduzir melhor, berks!

Renato Dantas disse...

Cara, a maconha de Planescape deve ser da boa mesmo =D

Diogo Gaucho disse...

Cara o Globalink comeu no centro!!!!! Tá muito tosca a tradução!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkk

Meu Nome É Tonho disse...

Tava esperando alguém falar da tradução...

¬¬

Vou andar com um machado na rua agora, falou em tradução perto de mim morre!

Meu Nome É Tonho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Follow the New World Order

Follow the New World Order
Follow the New World Order