quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Personagem jogador: Black Mage Evil Wizardington

Saudações cordiais, camaradas.

Prontos para o destruidor de corações do universo?

# Evil Wizardington (20 pt)
F0, H3, R2, A1, PDF2 (explosão) (ficha original)
F0, H4, R3, A3, PdF2 (explosão) (equipado com os itens encantados)
Pontos de Vida: 15
Pontos de Magia: 35
Focus: Fogo 4, Água 4, Ar 4
Vantagens: Aliado (Fighter McWarrior, 1 pt), Pontos de Magia Extras x2 (2 pt)
Desvantagens: Modelo Especial (Cabeçudo num corpo pequeno e quadriculado, -1 pt), Insano (Psicopata megalomaníaco, -1 pt), Inimigo (“The” White Mage, -2 pt), Má Fama (-1 pt), Devoção (Destruir o Amor Universal, -2 pt)
Perícias: Ciências (2 pt), Crime (2 pt)
Itens Encantados: Vergonha de Bahamut, Chapéu Bicudo do Arquimago Sortudo
[*] HABILIDADE ESPECIAL ÚNICA DO BLACK MAGE EVIL WIZARDINGTON: HADOKEN:
Efeito: Durante uma rodada completa, concentra em suas mãos as energias do VÓRTICE UTÓPICO DE CAOS PRIMORDIAL ALIMENTADOR DE TODA A ENTROPIA DO UNIVERSO E PROMOVEDOR DO AMOR UNILATERAL POR SI MESMO, resultando na rodada seguinte num Ataque Especial Lento, de Área, por Energia Bruta e Dano Gigante!
- Energia Bruta: reúne características dos elementos Fogo, Gelo (Água) e Trovão (Ar)
- Dano Gigante: Focus 4x10 (40 a 240 pontos de dano)
- Área: 1 metro de diâmetro por ponto de dano
Custo: não há!
Limitação: 1x por dia
Efeito colateral: cada ponto de dano significa dois corações apaixonados partidos no universo... por isso o Black Mage não perde a oportunidade de usá-lo sempre que puder!
OBS: Apenas o próprio Black Mage Evil Wizardington é imune ao HADOKEN.

- Vergonha de Bahamut
Arma Especial: Punhal de Osso, aumenta em 1 dado o dano por Força
Dano: Perfurante, provoca sempre dano máximo (18 pontos), absorvíveis normalmente por Armadura
Ataque Especial (Força, Preciso)
Indestrutível
- Chapeu Bicudo do Arquimago Sortudo
Incremento constante de Atributos: H+1, R+1, A+2
Fornece constantemente a Vantagem Resistência a Magia
Gera a cada início de manhã 1d-1 Poções de Mana, não-armazenáveis, cada uma capaz de recuperar 10 Pontos de Magia.

En Taro Adun!

18 comentários:

Hugo Leonardo disse...

Pessoal, desculpa não estar aparecendo aqui, to bem ocupado esses dias pq estou participando de um grupo de trabalho pela manhã e chego em casa capotando de sono. Por isso ainda não tive tempo de preparar a aventura. Em breve vocês terão notícias minhas... HAHAHAHAHAHAHAHAHA... (risada maléfica)

Meu Nome É Tonho disse...

Pele-de-Escama ficaram muito bons os personagens... apesar do Hadoken ter se transformado num ataque de área (eu tava pensando em cone que nem algumas magias de D&D ou linha que nem o de street fighter).

A parte estranha é que não consigo deixar de pensar: Se fosse em D&D quarta edição tinha sido ainda mais simples de fazer.

E cabeçudo num corpo quadriculado é desvantagem desde quando? Sakura tinha de ter a desvantagem Zoiúda!

Meu Nome É Tonho disse...

PS.: A foto de Hugo acima tá a cara dele.

Pele-de-Escama disse...

Ué, Lucas, então acabei entendendo apenas parcialmente o Hadoken (depois editarei o post pra escrever corretamente o nome do ataque). O efeito similar ao de uma explosão atômica não é normal para esta manobra? Teria sido apenas para tornar mais cômica a situação na tirinha #0008, é isso?

Quanto ao D&D4, meu conhecimento é quase nulo, não conseguiria fazer uma adaptação legal.

Mas agradeço pelo comentário.

Hugo, estou depositando muita expectativa na tua narração, sei que vai sair coisa boa daí!

Meu Nome É Tonho disse...

Ah é, nem lembrava desse episódio... Nos outros da a entender que o Hadoken explode depois de bater em alguma coisa, mas deixa pra lá.

Farei o possível para a aventura ficar conhecida como "A Vingança de VOCAPATEUPAUSIM".

Pele-de-Escama disse...

Lucas, alguma novidade quanto a tua decisão de mestrar aos sábados os sistemas incomuns? Gostaria muito de voltar a jogar com Anaximandrus, mas caso isso esteja fora de cogitação, peço que leves em alguma das próximas sessões a ficha dele, gosto de guardar os personagens que interpretei (por isso retive as usadas nas one-shots).

Acredito que Renato dificilmente poderá comparecer, já que ele estuda aos sábados, mas talvez ele consiga um tempinho na agenda.

Meu Nome É Tonho disse...

Anaximandrus é o feiticeiro halfling?

Foi um personagem interessante, mas sinceramente não quero continuar aquela campanha. Tá meio traumático o estilo de jogo travado desse grupo.

O flórida é que desperdicei meus melhores ganchos naquela sessão em que teu personagem viajou pra entregar um pacote (eu tinha uma aventura em cada cidade no caminho, se o grupo decidisse voltar pra investigar contigo as coisas que tu ouviu falar).

Vou levar a ficha domingo pra deixar contigo.

PS.: A idéia de mestrar aos sábados tá em pé, falta jogador. Acho que desse grupo atual só tu podes.

Pele-de-Escama disse...

Anaximandrus é o clérigo. Pena que não retornarás à campanha, porque aqueles ganchos que tu colocou considerei muito instigantes, já tinha até pensado em algumas planos de ação de como investigá-los.

E como eu mesmo puxei o assunto no último domingo, o excesso de precaução do nosso grupo diminui demais a velocidade com que avançamos na trama (por isso desde aquele momento eu disse que vocês não precisam ser tão cautelosos assim nas minhas narrações). Não quer dizer que devem descuidar da discrição e prontidão em alguns momentos, mas não é necessário tamanho estado de paranoia.

Anão Picareta disse...

Tava só lendo e não escrevendo nada (aliás como sempre faço, só leio as discussões mas fico a parte), mas resolvi postar algo por aqui.

1° Meus parabéns pelos PCs escamoso, ficaram simplesmente ÓTIMOS muito bem feitos e fieis as tirinhas. Todos eles ficaram sensacionais e extremamente phodaást1c0$ mesmo para 3d&t eles estão supers até para os padrões do sistema, e isso será interessante.

2° o grupo travado se deve acredito, por causa de Lucas. Na ultima campanha de D&D ele estava particularmente assassino (a do anaxmandrus), tanto que a campanha anterior (do goliath) fluiu melhor.

Acho que o grande problema do nosso grupo não é o excesso de cautela, mas sim a incrivel capacidade de realizar "sai da quests" (I.C.R.S.D.Q)
Não sei se sou muito bizonho ou o quê, mas não acho o grupo tão travado quando está jogando Scion p.ex. Pelo contrário acho o grupo meio suicida. Se não fosse a I.C.R.S.D.Q a campanha seria mais rápida, só por isso.

Lucas não fique chateado quando disse que era por tua causa, mas acho que na ultima campanha tu traumatizou o grupo.

Ah uma outra questão que lembrei é que em qualquer genero de jogo o grupo tende a agir como se fosse horror, e por isso trava um pouco.

Tou cansado e não consigo raciocionar direito (acho que deu para perceber) mas assim que "melhorar" posto algo com mais coerencia e melhor explicado.

Abraço a tds.

Anão

Meu Nome É Tonho disse...

Pele-de-Escama, só te atualizando... Tenho a primeira vítima, digo, jogador pra jogar RPGs incomuns aos sábados.

Tô pensando em mestrar um sábado coisa bisonha, outro D&D (odeio o sistema complicado de D&D, mas amo demais Planescape, Ravenloft e Dark Sun pra largar D&D).

Vou dormir agora. Abraços por trás pra todos.

Renato Dantas disse...

Olá,

Quanto a jogar nos sábados, eu não apenas posso como acho muito melhor que jogar no domingo, minhas aulas no sábado vão até as 11h,então dá pra jogar no sábado de tarde numa boa.

Quanto ao grupo estar travado nas travado nas aventuras de D&D, eu discordo que tenha sido culpa de Lucas, acho que a culpa foi do próprio grupo, que infelizmente (na minha opinião) não sabe atuar como grupo, cada um se preocupa apenas com seu próprio personagem e não pensa no grupo.

Estou interessado nessas aventuras de sábado, MAS não sei se vou poder, tem um pessoal lá no curso que tá doido pra jogar, mas ninguém quer mestrar, o que eu acho ótimo.

Não me entendam mal, gosto muito do nosso grupo, mas temos um problema SÉRIO de logística, todos os membros do grupo são mestres e 3 deles (eu, Lucas e Diogo) têm vontade de mestrar com uma certa frequência.

Vou tentar me organizar para montar o grupo com a turma de Direito e ainda participar dessa mesa de sábado, mas na pior das hipóteses apareço a cada 15 dias e dou uma de "personagem recorrente".

Provavelmente não vou nas próximas sessões, pois as provas são agora no final de setembro.

Abraços e até não-sei-quando!

Pele-de-Escama disse...

Saudações cordiais, camaradas.

Muito difícil avaliar as novidades. Vou enumerá-las e buscar comentar da forma mais coerente possível.

1. Situação mais urgente: as sessões de domingo. Elas tem se tornado cada vez menos frequentes, e raramente contamos com a presença de todos. Com a impossibilidade de Renato comparecer às próximas sessões, será necessário ainda mais cooperação dos que aparecerem para que o jogo seja bem executado, sem que o desestímulo se instale.

2. Como bem observado por Renato, Hugo e eu temos segurado nossos ímpetos para mestrar visando facilitar o entrosamento do grupo. Assim, focamos nossos esforços e atenção nos personagens "de carreira", e não nos de ocasião. Em outras palavras, estamos concentrados em Scion; O vínculo que temos com os personagens de nosso atual experimento é muito tênue e sem esperanças de voltar a usá-los no futuro. Sou e gosto de ser mestre. Mas tenho conseguido me concentrar no papel de jogador, e tento fazer minha parte da melhor forma que posso.

3. Isso exposto, gostaria até de fazer uma proposta ao grupo: após a narração de Hugo, que Diogo volta-se a narrar Scion. As outras one-shots do experimento ficariam de prontidão para emergências, afinal, um dos objetivos do experimento é a improvisação, podendo ser realizado a qualquer momento.

4. Lucas, bom saber que mais alguém se interessou. Contando com Renato, a minha sugestão é que se conseguirmos montar um grupo que as sessões sejam quinzenais.

5. Renato, suponho que teu interesse em narrar, pelo menos nessa etapa mais inicial, seja voltada exclusivamente para teus amigos da universidade, correto? Caso não seja, e também caso você ache interessante, tente arrebanhar voluntários entre nós também para ajudar a compor este grupo que você montará. Pelo teu comentário deduzo que teus amigos já tem experiência com RPG, não é? Não havendo choque de horário com o grupo de Lucas, se conseguirmos formá-lo, não vejo problemas.

6. Para concluir, até destacarei o texto: HÁ POSSIBILIDADE DO GRUPO SE REUNIR PARA JOGAR A PRÓXIMA SESSÃO NO SÁBADO, DIA 19, EM VEZ DO DOMINGO, DIA 20? PERGUNTO ISSO PORQUE SURGIU UM COMPROMISSO QUE SERÁ MUITO DIFÍCIL DE CANCELAR, E QUE TOMARÁ O MEU DOMINGO. CASO NÃO SEJA POSSÍVEL, DEEM O RETORNO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL PARA QUE EU TENTE CONTORNAR ESSE COMPROMISSO E CONFIRMAR OU NÃO MINHA PRESENÇA NO PAÇO DOMINGO, 20.

Pele-de-Escama disse...

Voltei só pra agradecer o comentário de Diogo. Valeu, meu chapa, espero que os personagens fiquem marcados em suas memórias por seus feitos extraordinários!

Meu Nome É Tonho disse...

Por mim jogar dia 19 tá OK.

Meu Nome É Tonho disse...

Ô pessoal, também não vou poder jogar esse domingo. Dá pra adiantar pra sábado?

Renato Dantas disse...

Esse sábado agora eu até posso ir, mas quem vai mestrar o que?

Hugo vai poder mestrar a aventura dele?

Anão Picareta disse...

Puxa bem, espero que aparecessas assim que puder no nosso grupo, na minha opinião vais fazer falta renato, mas espero muito sucesso no novo caminho!

Em relação ao sab, especificamente nesse eu não posso e em geral o sab é um pouco complicado para mim pois em muitos casos eu trabalho aos sabados, mas posso aparecer como um jogador esporádico se me for permitido.

Sobre eu mestrar Scion assim que terminar a oneshot de hugo, por mim está tranquilo, a 1° sessão está pronta e tenho a espinha do arco toda estruturada já podendo começar quando quiserem (só preciso passar os NPCs a limpo).

Abraço a todos.

Anão!

Pele-de-Escama disse...

Estarei no Paço amanhã, 19/set, às 13h. Peço que quem for confirme novamente (exceto Diogo).

Até amanhã!

Follow the New World Order

Follow the New World Order
Follow the New World Order